CRESCE VENDA DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS EM MATO GROSSO

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Cresceu a venda de máquinas agrícolas no último mês, de acordo com dados da regional da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Segundo o relatório, o aumento foi de 8% entre julho e agosto. Somando também o segmento de implementos rodoviários, que cresceu 52,03% no mês passado, foram comercializadas 416 unidades em agosto contra 335 em julho.

O diretor da Fenabrave-MT, José Eduardo, relata, no entanto, que no segmento de linha amarela (colheitadeiras, plantadeiras, etc) houve uma queda de 28%. Ele explica que os dados infelizmente não refletem a demanda do Estado. “Na verdade o que ocorre é que as revendas faturam fora devido à alta carga tributária daqui”, destaca.

De forma geral, as vendas de veículos novos em agosto em Mato Grosso praticamente se mantiveram estabilizadas em comparação com julho. “Isso faz com o desempenho aqui no estado seja inferior ao registrado nacionalmente e também no Centro-Oeste”, destaca o presidente da Fenabrave no Estado, Paulo Boscolo. No Brasil, na comparação com julho, o aumento de emplacamentos foi de 14,76% e no Centro-Oeste de 12,10%.

Em Mato Grosso, a venda de veículos novos cresceu apenas 1,04% em agosto na comparação com julho, segundo levantamento da Fenabrave. No mês de agosto, 6.876 unidades e no mês passado 6.805 unidades. Em agosto de 2016, o total foi de 7.506. No acumulado do ano, no entanto, as vendas de 2017 continuam abaixo do ano anterior, com queda de 5,8%.

O segmento de automóveis e comerciais leves teve alta. Foram 3.487 unidades em agosto e 3.251 unidades em julho, mas em comparação com agosto do ano passado, quando se vendeu 3.667, a queda está em 4,91%.

Já as vendas de caminhões apresentam queda de 24,89% em agosto. Mas no acumulado, o resultado é positivo com 37,54%. Foram vendidas 169 unidades em agosto deste ano, 225 em julho e 124 unidades em agosto de 2016. O segmento de ônibus teve alta no mês passado, de 150% com 18 unidades em agosto e 8 em julho, mas o resultado acumulado em 2017 está 45,7% abaixo do registrado no mesmo período de 2016.

O segmento de motos também apresentou variação negativa em agosto (2.784 unidades), com queda de 16,14% nas vendas na comparação com o mesmo mês do ano passado (3.320). Em julho deste ano, o registro é de 2.986 emplacamentos, ou seja, uma queda de 6,76% em relação a agosto. De janeiro a julho, a queda é de 8,69%.

Paulo Boscolo vê nos dados de agosto uma leve recuperação, mas importante para manter o setor motivado. Destaca que poderia ser um número muito mais positivo não fosse a queda no valor da saca de soja no mercado.

Só Notícias/Agronotícias

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×