IFMT elabora Plano de Dados Abertos buscando transparência da informação, melhoria da gestão pública e estímulo ao controle social

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) está desenvolvendo seu Plano de Dados Abertos (PDA), com o objetivo de tornar públicas as ações e estratégias organizacionais que nortearão as atividades de implementação e promoção da abertura de dados de forma institucionalizada e sistematizada na instituição.

A abertura de dados governamentais, segundo o documento, promove transparência e estimula o engajamento popular, ao aumentar a disponibilidade de informações atualizadas e de qualidade e, por esse motivo, tem impacto direto na melhoria da gestão pública e no estímulo ao controle social.

A reitora substituta Gláucia Barros explicou que é neste contexto de transparência e ampliação das possibilidades de participação social e tendo em vista a constante evolução da oferta de melhores serviços, que respondam às exigências de transparência e prestação de contas à sociedade, que o IFMT quer instituir o plano.

“Nossa ideia principal é manter a transparência de forma que as comunidades externa e interna consigam participar das ações, acompanhar nosso planejamento e detectar os erros e acertos. Assim vamos construindo um IFMT cada vez melhor”, afirmou a reitora.

A priorização dos conjuntos de dados a serem disponibilizados foi definida considerando a relevância das informações para o cidadão, o grau de maturidade dos conjuntos de dados dentro da instituição, o alinhamento com os instrumentos de planejamento estratégico e a capacidade de operacionalização das ações necessárias.

Também faz parte deste PDA, a exposição dos principais normativos cabíveis ao tema, correlacionados ao cenário institucional, de forma a influenciar, direta e indiretamente, o Planejamento Estratégico do IFMT, o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e o Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI).

Estão descritos, ainda, os critérios para definição e priorização dos dados a serem abertos e a estratégia de abertura; o modelo de sustentação e ações necessárias ao alcance e sustentabilidade dos resultados pretendidos; a estrutura de governança de dados e formas de monitoramento e controle; os meios de repasse de informação à sociedade e os canais de comunicação e participação social; as metodologias, padrões e arquiteturas de dados usados na coleta, catalogação, publicação e atualização dos dados abertos.

Com periodicidade bienal e possibilidade de revisões a cada semestre, o documento será divulgado à sociedade no sítio do IFMT (http://ifmt.edu.br/conteudo/pagina/dados-abertos/) e no Portal Brasileiro de Dados Abertos (dados.gov.br). O cidadão poderá usar o canal de comunicação do SIC (sic@ifmt.edu.br), para relatar problemas técnicos ou inconsistências e fazer sugestões para aperfeiçoamento e revisões futuras.

Fonte: http://cnp.ifmt.edu.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×